Introdução ao Curso do Bitcoin 2021 – O que é o Bitcoin?

Introdução ao Curso do Bitcoin 2021 – O que é o Bitcoin?

Blog Cursos
1 de abril de 2021 de Daniel Gregório
176
o que é o bitcoin
Tempo de Leitura: 4 minutos

É bem provável que você já tenha lido ou escutado essa palavra em algum lugar. Mas você sabe o que é Bitcoin? Pois bem, continue a leitura que nós vamos te explicar!

No começo deste ano (2021) o Bitcoin ganhou uma projeção muito grande devido ao bilionário Elon Musk pelo simples fato de compartilhar em seu Twitter a hashtag #bitcoin.

Após esse tuíte, o Bitcoin teve uma grande valorização e muitas pessoas passaram a falar e se interessar mais sobre o assunto. Desde então o ativo vem se valorizando cada vez mais.

Principalmente depois das notícias onde Elon Musk disse que a Tesla, empresa a qual é CEO, comprou US$ 1,5 bilhão (um bilhão e quinhentos milhões de dólares) em Bitcoins.

E logo depois disse que a mesma empresa passou a aceitar Bitcoin como forma de pagamento na venda de seus veículos. E mais: os Bitcoins não seriam convertidos em outras moedas, como o dólar, por exemplo.

Certo, mas afinal, o que é esse tal Bitcoin?! Vamos te explicar agora mesmo! Sem mais enrolação!

A verdade é que o assunto Bitcoin é vasto e complexo. Não significa que seja difícil de entender, não é isso. Mas é um assunto com diversos subtópicos. Porém, não se preocupe, nós iremos detalhar esses subtópicos logo mais em outros artigos.

De uma forma simples e fácil de entender, Bitcoin é uma forma de dinheiro, assim como o real, dólar ou euro, com a diferença de ser totalmente digital e não ser emitido por nenhum governo.

O seu valor é determinado livremente pelos indivíduos no mercado. Para transações online, é a forma ideal de pagamento, pois é rápido, barato e seguro. É uma tecnologia inovadora.

O que é Bitcoin e como surgiu essa tecnologia?

O que é Bitcoin e como surgiu essa tecnologia?

Depois de falarmos de uma forma resumida e mais simples possível sobre o que é Bitcoin, queremos agora nos aprofundar um pouco mais falando do seu surgimento.

O Bitcoin surgiu em 2009, logo após a crise mundial financeira de 2008 como uma forma de facilitar as negociações pela internet.

Até hoje não se sabe muito sobre o seu criador, apenas que se trata de um programador, ou grupo de programadores, ou talvez um alienígena (risos) que utiliza o pseudônimo de Satoshi Nakamoto.

A base do sistema do Bitcoin é a criptografia. É ela que garante que o sistema funcione e que todas as transações sejam realizadas de forma segura e anônima. Por isso os Bitcoins também são chamados de criptomoedas.

O Bitcoin é negociado na internet em uma rede própria, o blockchain: um banco de dados onde são registradas todas as transações Bitcoin entre os participantes da rede.

Cada transação de Bitcoin é feita entre os membros, registrada através de um software e também por membros mineradores, que verificam cada transação.

Depois de validadas, as transações são acrescentadas a blocos de transação – daí o nome blockchain – a cada 10 minutos, quando são criados novos blocos. Por conta dessa validação, nunca foi possível, até hoje, fraudar ou hackear o Bitcoin.

Quando você compra, recebe ou envia Bitcoin não é a mesma coisa que acontece com uma foto, por exemplo.

Digamos que você tira uma foto com seu celular e envia para outra pessoa. Na verdade, você está enviando uma cópia do arquivo. Você enviou a foto, mas o arquivo original continua com você.

Com o Bitcoin não é assim. Você realmente transfere a moeda e não apenas distribui cópias.

Bitcoin, uma moeda deflacionária

Bitcoin, uma moeda deflacionária

Uma outra vantagem do Bitcoin é que ela é uma moeda deflacionária. Ou seja, existe um uma quantidade definida a ser mineirada que é de 21 milhões de unidades feitas até o ano de 2140. E cada unidade pode chegar a custar até US$ 100 milhões (cem milhões de dólares).

Nas moedas “tradicionais” como real e dólar, por exemplo, o governo pode “imprimir” mais dinheiro com a intenção de movimentar a economia. Algo que aconteceu logo no começo deste ano, onde o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden anunciou injetar US$ 1,9 trilhão na economia do país.

Isso, a princípio, pode ser uma boa ideia para movimentar a economia, como já falamos antes. Mas o que acontece é o seguinte: mais dinheiro circulando é sinônimo de menor valorização.

Não entendeu? Vamos usar aqui um exemplo para esclarecer:

Digamos que um músico ou banda musical tenha lançado dois álbuns, Álbum A e Álbum B. O Álbum A é uma edição limitada, ou seja, só existe um número X e não serão mais lançadas novas cópias deste álbum.

Já o Álbum B, é um álbum que possui milhares e milhares, talvez até milhões de cópias e conforme a demanda aumenta, ou seja, o número de unidades que são vendidas, mais cópias são produzidas.

Agora uma pergunta para você: Qual álbum você acha que vale mais? Qual vai custar mais para ser adquirido? O Álbum A ou o Álbum B?

Se você respondeu o Álbum A, você acertou. O Álbum A se torna mais caro, porque ele é escasso. Isso se aplica a qualquer coisa. Quanto menor a quantidade, maior o seu valor.

É o que acontece com pedras preciosas, como o ouro, diamante, rubis, etc,

Assim também acontece com o Bitcoin!

Mais conteúdo sobre criptomoedas!

Mais conteúdo sobre criptomoedas

Bem, esperamos que você tenha entendido um pouco mais sobre o que é Bitcoin!

Nós também temos um vídeo onde o Jonatas fala sobre o que é o Bitcoin e sua experiência pessoal com a criptomoeda. Veja, logo a seguir:

No canal da Kriptokap nós estamos fazendo uma série onde iremos explicar como comprar Bitcoin, como ganhar dinheiro com Bitcoin, entre outras coisas bem legais relacionadas ao mundo do Bitcoin e demais criptomoedas.

Se inscreva no nosso canal do YouTube para não perder nenhuma novidade e ficar por dentro do mundo cripto! Nos ajude a divulgar o nosso trabalho!

Muito obrigado e até a próxima!


Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.